quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

La Liga denuncia insultos a Messi e Piqué no clássico em Madri

A Liga Nacional de Futebol da Espanha enviou denúncia ao Comitê de Competições e para a Comissão de antiviolência sobre cânticos de torcidas que incitam violência e tenham conteúdo intolerante. De acordo com o documento, Lionel Messi e Gerard Piqué foram alvos da torcida do Real Madrid no clássico disputado no dia 23 de dezembro, pela 17ª rodada do Campeonato Espanhol. A partida terminou 3 a 0 para o Barcelona.
Messi comemora o segundo gol do Barcelona na vitória por 3 a 0 (Foto: REUTERS/Sergio Perez) Messi comemora o segundo gol do Barcelona na vitória por 3 a 0 (Foto: REUTERS/Sergio Perez)
Messi comemora o segundo gol do Barcelona na vitória por 3 a 0 (Foto: REUTERS/Sergio Perez)
A denúncia informa que, aos 19 minutos do segundo tempo, cerca de mil torcedores madrilenhos entoaram de forma ordenada durante 10 segundos a frase: “Messi. Messi subnormal”, sugerindo que o camisa 10 do Barcelona sofra de algum distúrbio mental. Não é a primeira vez que isso acontece. Em 2014, o próprio Real Madrid puniu 17 torcedores do seu time que gritaram as mesmas palavras sobre o argentino.
Aos 38, foi a vez de Piqué ser insutado. Aproximadamente 1.300 torcedores do rival, de acordo com o relatório, ofenderam o zagueiro do Barça com a frase “Piqué cabrón, Espanha é a sua nação”, fazendo crítica ao movimento separatista e de independência da Catalunha.
De acordo com o Código de Discplina Desportiva da Federação espanhola são proibidos cânticos que incitem a violência, o raciscmo, a xenofobia e a intolerância no esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário